Dungeons & Dragons (promovida como Caverna do Dragão no Brasil) foi uma famosa série estadunidense de desenho animado produzida pela Marvel Productions em associação à Dungeons e Dragons Corporation. A série, inspirada no famoso jogo de RPG Dungeons & Dragons, possui 27 episódios, todos eles exibidos originalmente entre os anos de 1983 e 1986. Os episódios foram transmitidos pela rede norte-americana de televisão CBS durante três temporadas seguidas e no Brasil, pela TV aberta Rede Globo. O produtor do desenho foi Gary Gygax, um dos autores originais do jogo Dungeons & Dragons.
_____________________________________________________________________________________________________


HISTÓRIA

A abertura do primeiro ano da série mostra um grupo de jovens em um parque de diversões, embarcando em uma montanha russa chamada Dungeons & Dragons. Contudo, durante o passeio um portal se abre e traz o carrinho onde eles estavam para um outro mundo, no qual aparecem trajando outras roupas e recebendo logo em seguida armas mágicas de alguém que se apresenta como Mestre dos Magos (Dungeon Master, no original, termo também presente nos jogos de RPG que deram origem à série). A partir daí, os jovens passam por uma série de aventuras em busca de uma forma de voltar para casa, nas quais o Vingador, um mago maléfico, tenta a todo custo tomar as armas mágicas dos jovens com a intenção de destruir o Mestre dos Magos e tomar todo o reino


_____________________________________________________________________________________________________

REINO

Não há muitas referências sobre o mundo onde ocorrem as histórias de Caverna do Dragão, sendo chamado simplesmente de "O Reino" ("Realm of Dungeons & Dragons", no original), para além do pouco que é mostrado na série. Apresenta características dos primeiros cenários para aventuras desenvolvidos para a primeira versão de Dungeons & Dragons, como os mundos de Dragonlance, Mystara, Forgotten Realms e Greyhawk. Por ter sido o primeiro mundo de D&D desenvolvido para ser jogado, Greyhawk foi aceita, por muito tempo, como a dimensão onde estavam os garotos – deve-se dizer que Greyhawk foi um suplemento de RPG criado por Gary Gygax, o produtor do desenho animado. Isso nunca foi unânime, e indícios de outros cenários indicam que, na realidade, Caverna do Dragão desenvolvia-se em um mundo de D&D próprio. Personagens de Greyhawk, como Kelek, Warduke("Duque Guerreiro", na dublagem brasileira) e Strongheart[3]("Coração Forte", na dublagem brasileira) fazem aparições na série. Por outro lado, protagonistas da série já fizeram aparições em outras histórias de D&D – como foi o caso de Hank e Bobby no vídeo-jogo para computador "Baldur's Gate 2".


_____________________________________________________________________________________________________



ARMAS


No Reino de Caverna do Dragão há mais armas mágicas – chamadas "Armas do Poder" – do que as cedidas aos protagonistas pelo Mestre dos Magos. A origem de seu poder, diferentemente de outras armas mágicas quaisquer, está no Cemitério dos Dragões, guardadas, juntamente aos ossos dos antigos dragões, pela deusa-dragoa Tiamat, que ali vive. Lá, as Armas do Poder apresentam performance superior ao normal (há que se salientar, no entanto, que em um dos episódios, no qual aparece uma espécie de criatura diabólica dona de muitos Universos chamada pelo Mestre dos Magos apenas de "O Mal" ("Aquele Cujo Nome Não Deve Ser Pronunciado"), tanto o poder dele como o das armas é esgotado pela energia necessária para que todos fugissem da ameaça. Se isso as enfraqueceu, até mesmo ao Vingador quando também fugiu, o Mestre dos Magos não as poderia ter recarregado depois de sua chegada ao Mundo Subterrãneo onde ele readquiriu seus poderes, devolvendo também a força das armas mágicas dos garotos e os poderes do Vingador, uma vez que nem o Vingador nem as armas foram colocadas no mesmo lugar que o Mestre, o que pode ser considerado uma pequena brecha no enredo). Também, a depender das Armas do Poder disponíveis, é possível combinar seus poderes para abrir um portal que leve ao Cemitério dos Dragões.
A energia das Armas do Poder dura em torno de trezentos anos, após o que precisam ser "recarregadas", em locais como o Salão dos Ossos: um grande palácio-mausoléu, onde haviam sido depositados os restos mortais de poderosos guerreiros. Em seu centro, um altar no formato de uma enorme caveira era capaz de reenergizar as armas. O local foi destruído pelo Vingador após os protagonistas ali recarregarem suas armas. Outro local onde é possível recarregar as armas é no Portal do Amanhecer, no Mundo Subterrâneo.
O Vingador ambiciona as armas dos garotos para ampliar seus poderes e assim derrotar Tiamat, abrindo caminho para dominar o mundo; não é, todavia, o único, havendo outros que a ambicionam, como Kelek o Mago. Nas poucas vezes em que conseguiu capturar as armas, o Vingador as segurava em uma mão, enquanto canalizava sua magia com a outra. Tiamat apresenta especial vulnerabilidade quando é atingida por essas rajadas concentradas de magia unificadas ao poder do Vingador. O Mestre do Mago também já fez uso do poder combinado das armas dos garotos.
As Armas do Poder não apresentam seus poderes em nossa dimensão. Algumas delas apresentam poder de autorreparo se quebradas, como o bastão de Diana e o tacape de Bobby.
 


Comments




Leave a Reply