DIVISÃO DE BENS

Dois amigos se encontram depois de muito anos.

- Casei, separei e já fizemos a partilha dos bens.

- E as crianças?

- O juiz decidiu que ficariam com aquele que mais bens recebeu.

- Então ficaram com a mãe?

- Não, ficaram com nosso advogado.




REGIME DE EMAGRECIMENTO

- Doutor, como eu faço para emagrecer ?

- Basta a senhora mover a cabeça da esquerda para direita e

da direita para esquerda.

- Quantas vezes, doutor ?

- Todas as vezes que lhe oferecerem comida. 


BODAS

Dois amigos conversam sobre as maravilhas do Oriente..

Um deles diz:

- Quando completei 25 anos de casado, levei minha mulher ao Japão.

- Não diga? E o que pensa fazer quando completarem 50 ?

- Volto lá para buscá-la... 
 
Joãozinho

O Joãozinho foi ao dentista e voltou todo satisfeito.
O pai achou estranha aquela alegria toda e perguntou:
- Tá feliz por quê? Foi boa a consulta?
- Não! É que o dentista não tava lá!


 


Diante do boletim escolar do Joãozinho, uma coleção de zeros, o pai reage aos berros:
- No meu tempo, notas tão ruins como estas eram punidas com uma surra!
- Pois é, pai! Que tal a gente pegar o professor na esquina depois da aula?


 

Paiê, ano que vem você não precisa gastar nadinha para comprar meus livros.
- É mesmo Joãozinho? Porquê?- pergunta o pai todo alegre.
- É que eu repeti de ano!


 

O que está fazendo ajoelhado aí, Joãozinho?
- Rezando para que o rio Amazonas passe para a Bahia, mãe.
- Mas por quê,  filho?
- Porque foi isso que eu escrevi na prova!


 

O Joãozinho apanhou da vizinha e sua mãe foi tirar satisfação:
- Porque a senhora bateu no meu filho?
- É porque ele me chamou de gorda!
- E a senhora acha que vai emagrecer batendo nele?


 

Papagaio

Um homem comprou um papagaio mas quando chegou em casa foi aquela decepção.
O papagaio resmungava, reclamava e xingava o dia inteiro.
O dono tentou amansar o louro, lendo poesia, tocando musica clássica, levou o papagaio ate pra cultos da igreja Universal.
Mas não teve jeito. Passou então a gritar, bater e ameaçar o papagaio, mas, este ficava pior e pior a cada dia.
Um dia, num momento de furia, o dono pegou o papagaio e jogou dentro do freezer.
O papagaio começou a xingar tudo quanto era palavrão ate que, subitamente, calou-se, sem terminar o ultimo palavrão.
Momentos depois, pensando ter matado o louro, o homem abriu a porta do freezer e o louro começou o discurso:
- Sei que meu linguajar tem sido mais do que inapropriado a este ambiente familiar e que minha atitude não condiz com a atenção que o senhor tem me dado. Gostaria de apresentar minhas sinceras desculpas e colocar que, daqui em diante, me portarei adequadamente.
Surpreso com o resultado o dono ia perguntar o que havia acontecido para o papagaio mudar de idéia tão rapidamente, mas, o louro o interrompeu e perguntou:
- Só por curiosidade, o que foi que aquele frango fez?
 
[ O velho e o jardim ]

Um velhinho viúvo vivia sozinho em sua casa.

Ele queria cavar seu jardim, como sempre fazia todo ano, mas era um trabalho muito pesado. Seu único filho, que normalmente o ajudava, estava na prisão.
O velho então escreveu a seguinte carta ao filho, falando de seu problema:
"Querido filho,
Estou triste porque, ao que parece, não vou poder plantar meu jardim este ano. Detesto não poder fazê-lo porque sua mãe sempre adorava a época do plantio depois do inverno. Mas eu estou velho demais para cavar a terra. Se você estivesse aqui, eu não teria esse problema, mas sei que você não pode me ajudar com o jardim, pois está na prisão .
Com amor papai"
Poucos dias depois o pai recebeu o seguinte telegrama:
"PELO AMOR DE DEUS, papai, não escave o jardim! Foi lá que eu escondi os corpos!"
Às quatro da manhã do dia seguinte, uma dúzia de agentes do FBI e policiais apareceram e cavaram o jardim inteiro com pás, reviraram tudo, sem encontrar nenhum corpo.
Logo após a saída dos agentes o velho recebe um telefonema do filho:

- Pode plantar seu jardim agora, pai. Daqui, isso é o máximo que eu posso fazer no momento.


[ Provocando o caipira ]

O Paulista, chegando em um sítio no interior de São Paulo, foi diretamente ao chiqueiro, onde viu um Caipira cuidando da criação. Imediatamente pensou:
"Vou tirar este Caipira", quando perguntou:
-Ô Caipira... Como se chama aquele porco fedorento, gordo, lá no cantinho?
O Caipira respondeu:
- Aquele lá se chama "Ocê"...
O Paulista, morrendo de raiva, sem resposta pronta pelo Caipira te-lo chamado de Porco, foi para o hotel, onde teve uma brilhante idéia e retornou para o Chiqueiro, onde disse:
- Ô Caipira, se aquele Porco chama "Ocê", aquela outra coisa medonha e fedorenta é a " Mãe do "Ocê"?
O Caipira responde:
- Não Sinhõ, aquele alí é o "Pai do Ocê", a "Mãe do Ocê" nois cumemo onte!!!




    Picture

    Selecione a página ou a categoria

    Picture
    Picture

    Picture
    piadas
    Picture
    Filosofias
    Textos

    Deixe seu recado.
    Sua opinião é importante.

    Esta página é somente texto, para aqueles com conexões lentas ou que não gostam de esperar, possam se divertir.

    Autor

    Site criado e editado por POK.
    Críticas e sugestões mande e-mail para awasebugga@gmail.com

    Arquivos

    Abril 2010
    Fevereiro 2010
    Janeiro 2010
    Dezembro 2009
    Novembro 2009